O Palotinense - Palotina Notícias

MENU
Logo
Segunda, 13 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Região

MARIPÁ: Comitê gestor debate novas medidas de enfrentamento à Covid-19 e intensifica fiscalização

Até agora, todos os três casos confirmados são importados

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Até agora, todos os três casos confirmados são importados, ou seja, as pessoas foram contaminadas fora do município.

Com três casos confirmados de Covid-19, Maripá segue com as medidas necessárias para o enfrentamento à pandemia e vai intensificar a fiscalização, ampliando a equipe responsável por este trabalho. Na quarta-feira (17), o Comitê Gestor do Plano de Contingenciamento em Saúde da Covid-19 se reuniu novamente para avaliar o atual cenário. Até agora, todos os três casos confirmados são importados, ou seja, as pessoas foram contaminadas fora do município.
Um novo decreto foi publicado hoje (19) no Diário Oficial Eletrônico com medidas complementares. A principal mudança foi a exigência de que pessoas que precisarem de internamento hospitalar em outras cidades, seja na rede pública ou privada, deverão comunicar a Secretaria de Saúde de Maripá quando retornarem, pois deverão cumprir o período de isolamento domiciliar a fim de prevenir qualquer forma de propagação da doença.
O novo decreto também limita a quantidade de pessoas que podem permanecer em bares, inclusive os anexos a clubes e associações. Agora, fica permitido o atendimento simultâneo presencial a, no máximo, cinco clientes.
Outra deliberação do comitê foi a suspensão temporária das consultas eletivas encaminhadas pela Secretaria de Saúde - aquelas que não têm urgência - de pacientes para outras cidades, visto que toda a região tem apresentado dados cada vez mais elevados da doença. Os pacientes que precisam de atendimento de urgência e emergência e de tratamentos que não podem ser interrompidos continuarão sendo transportados normalmente.
FISCALIZAÇÃO – A partir do dia 25 de junho, as equipes da Prefeitura passarão a fiscalizar e aplicar as penalidades a quem descumprir a lei estadual do uso obrigatório de máscara, assim como as demais medidas estabelecidas nos decretos municipais, que já estavam sendo fiscalizadas. A fiscalização já estava sendo feita de forma orientativa e, a partir de então, quem for flagrado sem máscara será multado. Os valores variam de R$ 106 a R$ 530 para pessoas físicas e entre R$ 2.120 a R$ 10.600 para empresas. Esta semana, todas as empresas do município receberam uma cópia da lei estadual e da documentação que regulamenta a lei e foram orientadas pelas equipes de fiscalização.
Para intensificar este trabalho, o comitê aprovou em reunião que a atual equipe seja ampliada a fim de garantir o cumprimento das medidas, que são estabelecidas para o combate à Covid-19. Denúncias podem ser feitas no número (44) 3687-1133, com o setor de Vigilância Sanitária.

Fonte/Créditos: ASSESSORIA DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )