O Palotinense - Palotina Notícias

Escolas estaduais se organizam para entrega da merenda

Serão atendidos estudantes inscritos no programa Bolsa Família e/ou em situação de vulnerabilidade
Escolas estaduais se organizam para entrega da merenda

Escolas estaduais se organizam para entrega da merenda

AEN

As escolas estaduais do Paraná já estão se organizando para fazer a primeira entrega dos alimentos que compõem a merenda escolar para estudantes inscritos no programa Bolsa Família e/ou em situação de vulnerabilidade, conforme determina o Decreto 4.316/2020. São cerca de 230 mil alunos inscritos no programa no Estado.

Em todo o Paraná, as escolas já começaram a receber, nessa segunda-feira (23), as remessas do leite do Programa Leite das Crianças – que também será mantido e beneficia 110 mil crianças entre 6 meses e 3 anos de idade –, além dos itens da agricultura familiar e aqueles não perecíveis da merenda seca. Equipes formadas por diretores, secretários, agentes I e II e voluntários da comunidade escolar agora trabalham na montagem dos kits que depois serão entregues às famílias.

Os voluntários da Defesa Civil de todo o Estado foram acionados para ajudar na montagem e entrega dos kits e estarão nas escolas a partir desta quarta.

A primeira entrega está prevista para quinta-feira (26) e, na sequência, deverá acontecer quinzenalmente, mas cada escola tem autonomia para planejar repasses de alimentos de modo a evitar aglomerações. Segundo o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a decisão tem como objetivo garantir que os alunos e suas famílias tenham acesso facilitado aos alimentos durante o período de suspensão das atividades escolares decorrente da pandemia da Covid-19.

UNIÃO - No Colégio Estadual Hilda Trautwein Kamal, em Umuarama, o caminhão da agricultura familiar chegou cedo para abastecer a escola de legumes, fruta e verduras. Em seguida, funcionários colocaram as mãos à obra e já iniciaram a montagem dos kits. Segundo a chefe do Núcleo Regional de Umuarama, Gilmara Zanata, o comprometimento dos servidores das escolas é total.

“As escolas estão comprometidas com a decisão do Governo de garantir a merenda aos estudantes beneficiários do Bolsa Família, nossos estudantes que precisam, porque às vezes a merenda é a única refeição que eles fazem”, disse Gilmara. Ela assegura que todo o trabalho é feito seguindo as normas de segurança sanitária. “Sem aglomeração e com todos os itens de necessários para que nossas equipes trabalhem com segurança. O mais importante agora é nos unirmos, com prevenção e cuidado”.

SEM AGLOMERAÇÃO - No Colégio Estadual Major Vespasiano Carneiro de Mello, no município de Castro (Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa), o trabalho começou com a chegada do lote de leite do Programa Leite das Crianças e algumas famílias atendidas já puderam retirar o produto. A escola também já organizou as carnes, legumes e verduras congeladas.

Conforme a orientação da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, os servidores mobilizados utilizaram luvas, máscaras e álcool em gel para garantir a devida higienização no manuseio dos itens e segurança dos funcionários.

De acordo com o diretor Fabio de Oliveira e Silva, a distribuição na escola acontecerá sempre às quartas-feiras.

“Na nossa escola temos 32 famílias cadastradas no Programa Leite das Crianças e 226 famílias beneficiárias do Bolsa Família. É um auxílio muito importante para todas elas”, destacou Silva.

OUVIR NOTÍCIA

As escolas estaduais do Paraná já estão se organizando para fazer a primeira entrega dos alimentos que compõem a merenda escolar para estudantes inscritos no programa Bolsa Família e/ou em situação de vulnerabilidade, conforme determina o Decreto 4.316/2020. São cerca de 230 mil alunos inscritos no programa no Estado.

Em todo o Paraná, as escolas já começaram a receber, nessa segunda-feira (23), as remessas do leite do Programa Leite das Crianças – que também será mantido e beneficia 110 mil crianças entre 6 meses e 3 anos de idade –, além dos itens da agricultura familiar e aqueles não perecíveis da merenda seca. Equipes formadas por diretores, secretários, agentes I e II e voluntários da comunidade escolar agora trabalham na montagem dos kits que depois serão entregues às famílias.

Os voluntários da Defesa Civil de todo o Estado foram acionados para ajudar na montagem e entrega dos kits e estarão nas escolas a partir desta quarta.

A primeira entrega está prevista para quinta-feira (26) e, na sequência, deverá acontecer quinzenalmente, mas cada escola tem autonomia para planejar repasses de alimentos de modo a evitar aglomerações. Segundo o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a decisão tem como objetivo garantir que os alunos e suas famílias tenham acesso facilitado aos alimentos durante o período de suspensão das atividades escolares decorrente da pandemia da Covid-19.

UNIÃO - No Colégio Estadual Hilda Trautwein Kamal, em Umuarama, o caminhão da agricultura familiar chegou cedo para abastecer a escola de legumes, fruta e verduras. Em seguida, funcionários colocaram as mãos à obra e já iniciaram a montagem dos kits. Segundo a chefe do Núcleo Regional de Umuarama, Gilmara Zanata, o comprometimento dos servidores das escolas é total.

“As escolas estão comprometidas com a decisão do Governo de garantir a merenda aos estudantes beneficiários do Bolsa Família, nossos estudantes que precisam, porque às vezes a merenda é a única refeição que eles fazem”, disse Gilmara. Ela assegura que todo o trabalho é feito seguindo as normas de segurança sanitária. “Sem aglomeração e com todos os itens de necessários para que nossas equipes trabalhem com segurança. O mais importante agora é nos unirmos, com prevenção e cuidado”.

SEM AGLOMERAÇÃO - No Colégio Estadual Major Vespasiano Carneiro de Mello, no município de Castro (Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa), o trabalho começou com a chegada do lote de leite do Programa Leite das Crianças e algumas famílias atendidas já puderam retirar o produto. A escola também já organizou as carnes, legumes e verduras congeladas.

Conforme a orientação da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, os servidores mobilizados utilizaram luvas, máscaras e álcool em gel para garantir a devida higienização no manuseio dos itens e segurança dos funcionários.

De acordo com o diretor Fabio de Oliveira e Silva, a distribuição na escola acontecerá sempre às quartas-feiras.

“Na nossa escola temos 32 famílias cadastradas no Programa Leite das Crianças e 226 famílias beneficiárias do Bolsa Família. É um auxílio muito importante para todas elas”, destacou Silva.

Fonte

AEN

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Paraná
Prorrogado o prazo para licenciamento de veículos
Prorrogado o prazo para licenciamento de veículos
VISUALIZAR
Paraná
Saúde envia vacina contra a gripe para os municípios
Saúde envia vacina contra a gripe para os municípios
VISUALIZAR
Brasil e Mundo
Papa convoca o mundo para ‘Bênção Urbi et Urbi”. Para o Brasil será às 14h
Papa convoca o mundo para ‘Bênção Urbi et Urbi”. Para o Brasil será às 14h
VISUALIZAR
Mensagem do Dia
MENSAGEM DO DIA: Glória ao produtor
MENSAGEM DO DIA: Glória ao produtor
VISUALIZAR
Paraná
Pacote social de R$ 400 milhões vai ajudar famílias paranaenses
Pacote social de R$ 400 milhões vai ajudar famílias paranaenses
VISUALIZAR
Paraná
Quarentena aumenta volume de lixo e exige cuidado com descarte
Quarentena aumenta volume de lixo e exige cuidado com descarte
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )