O Palotinense - Palotina Notícias

MENU
Logo
Sexta, 30 de outubro de 2020
Publicidade
Publicidade

Esportes

Coritiba faz gol cedo, mas não resiste e cede empate ao São Paulo

O Coritiba fez um gol cedo e se fechou na defesa, mas levou um gol de pênalti e cedeu o empate em 1 a 1...

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Coritiba fez um gol cedo e se fechou na defesa, mas levou um gol de pênalti e cedeu o empate em 1 a 1 para o São Paulo, na tarde deste domingo (4), no Couto Pereira. A partida era válida pela 13ª rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Coritiba foi a 12 pontos e não deixou a zona de rebaixamento.

Veja AQUI as atuações do Coritiba diante do São Paulo

O Coritiba vem de mau momento no Brasileirão. Ficou apenas três rodadas fora da zona de rebaixamento: a 6ª, a 7ª e a 11ª. O time ainda tem o pior ataque da competição. Eram apenas 8 nos 12 jogos anteriores à partida deste domingo. O São Paulo, por sua vez, somava três jogos sem vitórias, entre Brasileirão e Libertadores.

VAR

O São Paulo chegou a marcar outros dois gols, mas ambos foram anulados por decisão do árbitro de vídeo. Aos 19 minutos do primeiro tempo, Pablo foi lançado nas costas da defesa e finalizou. Wilson salvou. Mas Luciano tocou para dentro. O VAR apontou que Pablo estava impedido. Aos 14-2º, Luciano finalizou, Wilson salvou de novo e Brenner marcou no rebote. O VAR flagrou Luciano em posição ilegal.

TABELA

O Coritiba volta a campo na próxima quarta-feira (7), às 19h15, quando enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, pela 14ª rodada do Brasileirão. Depois, no sábado (10), às 19 horas, pega o Fortaleza, no Couto Pereira.

ESCALAÇÃO

O técnico Jorginho fez três mudanças no Coritiba, em relação à ultima partida. Na lateral-direita, Jonathan substitutiu Natanael, que estava suspenso. No meio-de-campo, Hugo Martinez tomou o lugar de Matheus Bueno. No ataque, Giovanni Augusto deu lugar a Guilherme Biro, 20 anos, que estreava tanto no Brasileirão quanto no time profissional do Coritiba. O time ficou num 4-3-3, com três volantes defensivos, dois meias-pontas (Gabriel e Guilherme Biro) e Robson de centroavante. “Eles atacam bastante, mas dão espaço. Temos que usar esses espaços e contra-atacar”, disse Jorginho.

PRIMEIRO TEMPO

E foi de um contra-ataque que nasceu o gol do Coritiba. Quando o São Paulo ainda estava no ataque, o coxa-branca Gabriel foi lançado, partiu em velocidade e acabou derrubado por Juanfran, perto da área. Robson cobrou no ângulo e abriu o placar, aos 5 minutos.

De resto, o Coritiba se propôs a atrair o adversário para seu campo, congestionar a sua área e apostar em bolas longas para sair em velocidade. Como consequência, o primeiro tempo foi de ataque (do São Paulo) contra defesa (coxa-branca) e muitas bolas erguidas à área (26 ao todo, incluindo escanteios), mas pouquíssimas finalizações. O time paranaense teve apenas 29% de posse de bola.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Coritiba manteve a mesma postura. Aos 19 minutos, Jorginho fez as primeiras trocas: saíram Martinez e Guilherme Biro, entraram Luiz Henrique e Matheus Bueno. Três minutos depois, o árbitro deu pênalti toque de mão de Hugo Moura, dentro da área – a bola chutada em cobrança de falta por Daniel Alves bateu em seu braço. Dois minutos de reclamações depois, Reinaldo cobrou e empatou.

Em seguida ao gol, Jorginho trocou o volante Hugo Moura pelo atacante Neilton, que não jogava há várias rodadas. A partir daí, o time se defendia com 8 jogadores e deixava Robson e Neilton à espera de um lançamento longo. O Coritiba até tentou crescer, mas atacou pouco; só foi conseguir um escanteio a favor aos 35 minutos de jogo. Nos minutos finais, Gabriel deu lugar a Pablo Thomaz. Mas o placar não se mexeu mais.

ESTATÍSTICAS

Ao fim do jogo, o Coritiba somou 3 finalizações (1 certa), 24% de posse de bola, 64% de passes certos e 2 escanteis. O São Paulo obteve 19 finalizações (5 certas), 76% de posse de bola, 89% de passes certos e 11 escanteios. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 1 x 1 SÃO PAULO
Coritiba: Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Hugo Moura (Neilton), Matheus Sales e Ramon Martinez (Luiz Henrique); Gabriel (Pablo Thomaz), Robson e Guilherme Biro (Matheus Bueno). Técnico: Jorginho
São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinicius), Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê (Vitor Bueno), Daniel Alves e Igor Gomes (Toró); Gabriel Sara, Pablo (Brenner) e Luciano (Trellez). Técnico: Fernando Diniz
Gols: Robson (5-1º), Reinaldo (24-2º)
Cartões Amarelos: Juanfran, Robson, Luciano, Gabriel Sara, Hugo Moura
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Couto Pereira, em Curitiba, domingo

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

5 – Gol do Coritiba. Gabriel é lançado, arranca com a bola e acaba derrubado por Juanfran perto da área. Robson cobra a falta e acerta o ângulo esquerdo do goleiro

12 – Daniel Alves cobra escanteio, Luciano escora e Pablo cabeceia. A bola vai fraca e Wilson pega

15 – William Matheus arranca em velocidade e cai na área em disputa com Diego Costa. O árbitro manda seguir

19 – Pablo é lançado nas costas da defesa e finaliza. Wilson sai e defende. Luciano fica com a sobra e toca para dentro. O árbitro anula, marcando impedimento de Pablo. O árbitro espera o VAR, que confirma o impedimento

37 – Após troca de passes pela esquerda, Reinaldo cruza rasteiro e Gabriel Sara finaliza quase na pequena área. A bola sai rente à trave

40 – Igor Gomes cai na área em disputa com Jonathan. O árbitro manda o jogo seguir

43 – Reinaldo cobra falta lateral direto a gol. Wilson pega

44 – Juanfran cruza. Tche Tche cabeceia no meio do gol. Wilson pega

46 – Igor Gomes cruza da direita. A bola pinga dentro da área. Luciano tenta finalizar e manda para fora

SEGUNDO TEMPO

8 – Daniel Alves cobra falta e manda por cima do travessão

12 – Juanfran cruza do bico da área. A bola vai direto a gol e Wilson pega

14 – Igor Gomes disputa com Rodolfo Filemon pelo alto. A bola cai com Luciano, que finaliza. Wilson salva, mas a bola cai com Brenner, que toca para dentro. O árbitro anula, marcando impedimento de Luciano

16 – Robson arranca em velocidade, corta a marcação e chuta com efeito, mas para fora

22 – Daniel Alves cobra falta e acerta na barreira. A bola bate no braço de Hugo Moura e o árbitro marca pênalti

24 – Gol do São Paulo. Reinaldo cobra o pênalti no canto esquerdo, deslocando Wilson.

27 – Após escanteio, Daniel Alves bate forte. Wilson faz grande defesa no ângulo

30 – Juanfran pega sobra da defesa e bate prensado. A bola cai com Luciano. Ele cabeceia tentando encobrir Wilson, mas manda por cima

31 – Leo cruza e Luciano tenta finalizar com estilo, mas manda para fora

36 – Matheus Bueno recupera a bola perto da meia-lua e finaliza, mas por cima do gol

37 – Juanfran arremata da entrada da área. A bola desvia em Sabino e sai rente à trave esquerda

44 – William Matheus avança e cruza. Reinaldo corta na hora H, antes da finalização de Pablo Thomaz

47 – Toró arremata de longe e manda por cima do gol

50 – Reinaldo cobra escanteio e Vitor Bueno cabeceia por cima

Fonte/Créditos: BEM PARANÁ

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )