O Palotinense - Palotina Notícias

MENU
Logo
Terça, 07 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Esportes

Com gol de falta, Coritiba vence o campeão e fica a um empate do acesso

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Bragantino, nesse domingo (dia 24) à tarde

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Bragantino, nesse domingo (dia 24) à tarde, no Couto Pereira, pela 37ª e penúltima rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou em 3º lugar, com 63 pontos, à frente do América-MG (4º lugar, com 61 pontos) e do Atlético-GO (5º com 61). O Bragantino já tinha o título e o acesso garantido antes dessa rodada. Entrou apenas para cumprir tabela. O Sport, segundo colocado com 67 pontos, também já subiu para a primeira divisão. Restam duas vagas, que são disputadas por três equipes: Coritiba, América-MG e Atlético-GO.

Na última rodada, o Coxa vai a Salvador enfrentar o Vitória. O América-MG joga em casa contra o São Bento. E o Atlético-GO recebe em Goiania o Sport.

O Coxa só precisa de um empate para subir. Se o Atlético-GO vencer na última rodada alcança a pontuação do time paranaense, mas fica atrás no critério de desempate (número de vitórias).

FASE
O técnico Jorginho soma 13 jogos no comando do Coritiba, agora com oito vitórias, quatro empates e uma derrota.

O time completou 12 jogos seguidos sem perder, com sete vitórias e cinco empates.

PÚBLICO
Com promoção de ingressos, a partida registrou o segundo maior público do Coritiba em 2019 no Couto Pereira, com 36.902 pagantes. O recorde foi contra o Cuiabá, na 5ª rodada, com 37.220.

ARBITRAGEM
Aos 44 do 1º, Serginho caiu na área ao dividir com Uillian Correia e pediu pênalti. O árbitro nada marcou. A imagem da TV dá a impressão de penalidade.

ESCALAÇÃO
Os desfalques do Coritiba eram Rodrigão, afastado pela comissão técnica, e Robson, suspenso. Rodrigão é o artilheiro do time na competição, com 13 gols em 33 jogos. Robson é o goleador da equipe no segundo turno, com cinco gols em 12 partidas. O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre, com Rafinha (direita), Alano (esquerda) e Giovanni (centro) na linha de três. O Bragantino não contava com Júlio César, Morato e Rayan.

PRIMEIRO TEMPO
O Bragantino mostrou uma equipe organizada, com forte defesa e bom toque de bola, porém com pouco ímpeto ofensivo. O Coritiba não conseguiu controlar o meio-campo, mas na base da insistência levou perigo em três lances. O melhor foi aos 18 minutos, quando William Matheus cruzou rasteiro, Alano chutou na zaga e a bola sobra com o gol vazio para Rafinha, na pequena área. Ele chutou para fora e perdeu uma chance inacreditável. O time paulista só construiu uma boa jogada ofensiva na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO
Depois do intervalo, o Bragantino voltou melhor. Já no 1º minuto, Mattioni saiu lesionado e entrou Diogo Mateus. Aos 23, saiu Rafinha e entrou Kelvin. O Coritiba avançou a partir dos 20 minutos, passou a pressionar a saída de bola e começou a dominar a partida. Aos 33, saiu o volante Matheus Sales e entrou o centroavante Wanderley, 31 anos, que não jogava desde setembro e só tinha atuado por 60 minutos em toda a temporada 2019. O gol veio aos 37, em cobrança de falta de Giovanni, de longa distância. A bola passou por baixo da barreira e entrou no cantinho. Aos 39, um susto para a torcida do Coritiba, com o Bragantino acertando uma bola no travessão.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Coritiba somou 11 finalizações (4 certas), 42% de posse de bola, 74% de acerto nos passes e 5 escanteios. O Bragantino obteve 11 finalizações (1 certa e 1 na trave), 58% de posse de bola, 80% de acerto nos passes e 3 escanteios. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 1x0 BRAGANTINO
Coritiba: Alex Muralha; Felipe Mattioni (Diogo Mateus), Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Serginho e Matheus Sales; Alano, Giovanni e Rafinha (Kelvin); Igor Jesus (Wanderley). Técnico: Jorginho
Bragantino: Kewin; Aderlan, Ligger, Ortiz e Edimar; Baralhas e Uillian Correia; Pedro Naressi, Vitinho (Claudinho) e Bruno Tubarão; Matheus Peixoto (Roberson). Técnico: Antonio Carlos Zago
Gol: Giovanni (37-2º)
Cartões amarelos: Aderlan e Ligger (B)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Público: 36.902 pagantes
Local: Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 – Aderlan cruza da direita. Peixoto cabeceia perto, sobre o gol.
6 – Rafinha cruza da direita. William Matheus cabeceia no centro. O goleiro segura.
18 – William Matheus cruza rasteiro. Igor Jesus domina e rola para Alano, na área. Ele chuta. A bola bate na zaga e sobra com o gol vazio para Rafinha, na pequena área. Ele chuta para fora e perde um gol feito.
36 – Giovanni dá carrinho e a bola sobra para Igor Jesus, na cara do gol. Ele chuta no canto, mas o gol é anulado por impedimento.
38 – Rafinha recebe na ponta-direita e rola para Serginho, na área. Ele chuta mal, para longe.
44 – Serginho cai na área ao dividir com Uillian Correia e pede pênalti.

Segundo tempo
1 – Edimar cruza da esquerda. Aderlan recebe livre na área, mas chuta mal, para fora.
12 – Diogo Mateus bate escanteio. Serginho cabeceia e o goleiro segura.
16 – Rafinha dispara na ponta e cruza com perigo. Igor Jesus não alcança.
22 – Aderlan entra livre na área e chuta cruzado. Muralha espalma.
34 – Falta frontal. Diogo Mateus cobra no cantinho. O goleiro espalma.
37 – Gol do Coritiba. Giovanni bate falta de longa distância e acerta no cantinho.
39 – Cruzamento da esquerda. Bruno Tubarão cabeceia a bola no travessão.

Fonte/Créditos: Silvio Rauth Filho

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )