O Palotinense - Palotina Notícias

Athletico vence, amplia série invicta e fica na zona dos R$ 24 milhões

O Athletico Paranaense venceu por 1 a 0 o São Paulo
Athletico vence, amplia série invicta e fica na zona dos R$ 24 milhões

Athletico vence, amplia série invicta e fica na zona dos R$ 24 milhões

Silvio Rauth Filho

O Athletico Paranaense venceu por 1 a 0 o São Paulo, nesse domingo (dia 10) à tarde, no Estádio do Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 6º lugar, com 50 pontos. A equipe paulista está na 5ª colocação, com 52 pontos. 

Dessa forma, os dois time seguem dentro da zona dos R$ 24 milhões. No final da competição, os seis primeiros colocados vão receber uma premiação superior a esse valor e ganhar vaga na Copa Libertadores de 2020. O Furacão já está classificado para a competição da Conmebol por ser campeão da Copa do Brasil 2019. Mesmo assim, o clube estabeleceu como meta terminar dentro do G6 do Brasileirão.

PREMIAÇÃO DO BRASILEIRÃO 2019
Campeão – R$ 33 milhões
Vice-campeão – R$ 31,3 milhões
3º colocado – R$ 29,7 milhões
4º colocado – R$ 28 milhões
5º colocado – R$ 26,4 milhões
6º colocado – R$ 24,7 milhões
7º colocado – R$ 23,1 milhões
8º colocado – R$ 21,4 milhões
9º colocado – R$ 19,8 milhões
10º colocado – R$ 18,5 milhões
11º colocado – R$ 15,5 milhões
12º colocado – R$ 14,6 milhões
13º colocado – R$ 13,7 milhões
14º colocado – R$ 12,8 milhões
15º colocado – R$ 11,9 milhões
16º colocado – R$ 11 milhões

Pela segunda vez, o Athletico foi comandado pelo interino Eduardo Barros, ex-auxiliar de Fernando Diniz (agora técnico do São Paulo) e ex-chefe das categorias de base. Ele assumiu após a demissão de Tiago Nunes, contratado pelo Corinthians.

A partida marcou o reencontro do Athletico com o técnico Fernando Diniz, que trabalhou no clube em 2018.

SÉRIE INVICTA
O Athletico vive bom momento no ano, com sete vitórias, seis empates e apenas uma derrota nos últimos 14 jogos. Já o São Paulo passa por momento irregular, com duas vitórias, um empate e duas derrotas nos últimos cinco jogos.

O time paranaense ampliou sua série invicta como visitante, com oito partidas seguidas sem perder fora de casa (quatro empates e quatro vitórias).

ESCALAÇÃO
Os desfalques no Athletico eram Bruno Guimarães, Adriano, Jonathan, Lucas Halter e Cittadini, lesionados, além de Léo Pereira e Marco Ruben, suspensos. Com isso, Marcelo Cirino entrou como centroavante e Camacho, como volante. O esquema tático 4-2-3-1 foi mantido, com Bruno Nazário centralizado na linha de três, com Rony e Nikão pelos lados do campo. O São Paulo não contava com Rojas e Everton. O time de Diniz usava o 3-4-3 para atacar e o 4-1-4-1 para se defender.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve os dois times marcando em bloco avançado, tentando pressionar forte a saída de bola. E ambos tentaram sair jogando com passes curtos desde o goleiro até o ataque. No início, as principais chances surgiram exatamente em roubadas de bola no ataque. O São Paulo foi melhor nesse quesito, aproveitando uma saída errada do goleiro Santos aos 21 e outra do volante Wellington aos 26. Ambos acabaram em chutes defendidos por Santos. Além desses dois lances, o time paulista criou mais três boas jogadas ofensivas e o Athletico só levou perigo em dois lances na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, saiu Bruno Nazário e entrou o volante/meia Lucho González. O esquema seguiu o mesmo. Os dois times tentaram marcar avançado e manter a postura da primeira etapa, mas não conseguiram. O ritmo foi menos intenso no segundo tempo e o jogo ficou truncado. Aos 26, saiu Camacho e entrou o volante Erick. Aos 41, saiu Rony e entrou o ponta Vitinho. O segundo tempo teve quatro boas jogadas do São Paulo e apenas duas do Athletico. E o gol veio aos 45, em chute de fora da área de Marcelo Cirino e falha do goleiro Tiago Volpi.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Athletico somou 5 finalizações (1 certa), 38% de posse de bola, 88% de acerto nos passes e 1 escanteio. O São Paulo obteve 15 finalizações (8 certas), 62% de posse de bola, 89% de acerto nos passes e 4 escanteios. Os números são do site Footstats.

SÃO PAULO 0x1 ATHLETICO
São Paulo: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Gabriel Sara), Antony, Tchê Tchê, Igor Gomes (Hernanes) e Vitor Bueno; Pablo (Raniel). Técnico: Fernando Diniz
Athletico: Santos; Madson, Thiago Heleno, Robson Bambu e Márcio Azevedo; Wellington e Camacho (Erick); Nikão, Bruno Nazário (Lucho González) e Rony (Vitinho); Marcelo Cirino. Técnico: Eduardo Barros
Gol: Marcelo Cirino (45-2º)
Cartões amarelos: Camacho, Wellington (A). Reinaldo, Antony (SP).
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Morumbi

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
7 – Reinaldo pega rebote fora da área e chuta. A bola desvia em Bambu e quase mata Santos, que se recupera e faz grande defesa.
19 – Falta de longa distância. Nikão cobra com um chute forte. A bola passa perto, ao lado do gol.
21 – Santos erra a saída de bola. Tchê Tchê intercepta e aciona Vitor Bueno, que coloca Pablo na cara do gol. Ele chuta e Santos defende.
26 – Wellington perde a bola na defesa. Vitor Bueno domina na área e rola para Tchê Tchê, que chuta cruzado. Santos segura.
34 – Boa troca de passes do São Paulo. Daniel Alves cruza rasteiro. Igor Gomes toca para Antony, que chuta forte. Santos defende.
42 – Nikão lança. Marcelo Cirino dispara, invade a área e cruza rasteiro. Tiago Volpi espalma, no susto.
43 – Boa troca de passes do São Paulo. Tchê Tchê recebe na entrada da área e chuta mal, para fora.

Segundo tempo
5 – Antony passa por Márcio Azevedo, invade a área e chuta cruzado. Santos segura.
15 – Vitor Bueno chuta de fora da área. Santos defende.
20 – Daniel Alves cruza da direita. Vitor Bueno cabeceia sobre o gol.
21 – Rony cruza rasteiro. Nikão rola para Lucho, na entrada da área. Ele chuta perto.
26 – Reinaldo cruza. Santos rebate mal. A bola sobra na cara do gol para Gabriel Sara, que chuta para fora.
39 – Raniel recebe na área e chuta. Bambu bloqueia.
45 – Gol do Athletico. Santos lança para o ataque. Vitinho domina na área e rola para trás. Marcelo Cirino chuta de fora da área. O goleiro falha e aceita.

OUVIR NOTÍCIA

O Athletico Paranaense venceu por 1 a 0 o São Paulo, nesse domingo (dia 10) à tarde, no Estádio do Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 6º lugar, com 50 pontos. A equipe paulista está na 5ª colocação, com 52 pontos. 

Dessa forma, os dois time seguem dentro da zona dos R$ 24 milhões. No final da competição, os seis primeiros colocados vão receber uma premiação superior a esse valor e ganhar vaga na Copa Libertadores de 2020. O Furacão já está classificado para a competição da Conmebol por ser campeão da Copa do Brasil 2019. Mesmo assim, o clube estabeleceu como meta terminar dentro do G6 do Brasileirão.

PREMIAÇÃO DO BRASILEIRÃO 2019
Campeão – R$ 33 milhões
Vice-campeão – R$ 31,3 milhões
3º colocado – R$ 29,7 milhões
4º colocado – R$ 28 milhões
5º colocado – R$ 26,4 milhões
6º colocado – R$ 24,7 milhões
7º colocado – R$ 23,1 milhões
8º colocado – R$ 21,4 milhões
9º colocado – R$ 19,8 milhões
10º colocado – R$ 18,5 milhões
11º colocado – R$ 15,5 milhões
12º colocado – R$ 14,6 milhões
13º colocado – R$ 13,7 milhões
14º colocado – R$ 12,8 milhões
15º colocado – R$ 11,9 milhões
16º colocado – R$ 11 milhões

Pela segunda vez, o Athletico foi comandado pelo interino Eduardo Barros, ex-auxiliar de Fernando Diniz (agora técnico do São Paulo) e ex-chefe das categorias de base. Ele assumiu após a demissão de Tiago Nunes, contratado pelo Corinthians.

A partida marcou o reencontro do Athletico com o técnico Fernando Diniz, que trabalhou no clube em 2018.

SÉRIE INVICTA
O Athletico vive bom momento no ano, com sete vitórias, seis empates e apenas uma derrota nos últimos 14 jogos. Já o São Paulo passa por momento irregular, com duas vitórias, um empate e duas derrotas nos últimos cinco jogos.

O time paranaense ampliou sua série invicta como visitante, com oito partidas seguidas sem perder fora de casa (quatro empates e quatro vitórias).

ESCALAÇÃO
Os desfalques no Athletico eram Bruno Guimarães, Adriano, Jonathan, Lucas Halter e Cittadini, lesionados, além de Léo Pereira e Marco Ruben, suspensos. Com isso, Marcelo Cirino entrou como centroavante e Camacho, como volante. O esquema tático 4-2-3-1 foi mantido, com Bruno Nazário centralizado na linha de três, com Rony e Nikão pelos lados do campo. O São Paulo não contava com Rojas e Everton. O time de Diniz usava o 3-4-3 para atacar e o 4-1-4-1 para se defender.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve os dois times marcando em bloco avançado, tentando pressionar forte a saída de bola. E ambos tentaram sair jogando com passes curtos desde o goleiro até o ataque. No início, as principais chances surgiram exatamente em roubadas de bola no ataque. O São Paulo foi melhor nesse quesito, aproveitando uma saída errada do goleiro Santos aos 21 e outra do volante Wellington aos 26. Ambos acabaram em chutes defendidos por Santos. Além desses dois lances, o time paulista criou mais três boas jogadas ofensivas e o Athletico só levou perigo em dois lances na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, saiu Bruno Nazário e entrou o volante/meia Lucho González. O esquema seguiu o mesmo. Os dois times tentaram marcar avançado e manter a postura da primeira etapa, mas não conseguiram. O ritmo foi menos intenso no segundo tempo e o jogo ficou truncado. Aos 26, saiu Camacho e entrou o volante Erick. Aos 41, saiu Rony e entrou o ponta Vitinho. O segundo tempo teve quatro boas jogadas do São Paulo e apenas duas do Athletico. E o gol veio aos 45, em chute de fora da área de Marcelo Cirino e falha do goleiro Tiago Volpi.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Athletico somou 5 finalizações (1 certa), 38% de posse de bola, 88% de acerto nos passes e 1 escanteio. O São Paulo obteve 15 finalizações (8 certas), 62% de posse de bola, 89% de acerto nos passes e 4 escanteios. Os números são do site Footstats.

SÃO PAULO 0x1 ATHLETICO
São Paulo: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Gabriel Sara), Antony, Tchê Tchê, Igor Gomes (Hernanes) e Vitor Bueno; Pablo (Raniel). Técnico: Fernando Diniz
Athletico: Santos; Madson, Thiago Heleno, Robson Bambu e Márcio Azevedo; Wellington e Camacho (Erick); Nikão, Bruno Nazário (Lucho González) e Rony (Vitinho); Marcelo Cirino. Técnico: Eduardo Barros
Gol: Marcelo Cirino (45-2º)
Cartões amarelos: Camacho, Wellington (A). Reinaldo, Antony (SP).
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Morumbi

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
7 – Reinaldo pega rebote fora da área e chuta. A bola desvia em Bambu e quase mata Santos, que se recupera e faz grande defesa.
19 – Falta de longa distância. Nikão cobra com um chute forte. A bola passa perto, ao lado do gol.
21 – Santos erra a saída de bola. Tchê Tchê intercepta e aciona Vitor Bueno, que coloca Pablo na cara do gol. Ele chuta e Santos defende.
26 – Wellington perde a bola na defesa. Vitor Bueno domina na área e rola para Tchê Tchê, que chuta cruzado. Santos segura.
34 – Boa troca de passes do São Paulo. Daniel Alves cruza rasteiro. Igor Gomes toca para Antony, que chuta forte. Santos defende.
42 – Nikão lança. Marcelo Cirino dispara, invade a área e cruza rasteiro. Tiago Volpi espalma, no susto.
43 – Boa troca de passes do São Paulo. Tchê Tchê recebe na entrada da área e chuta mal, para fora.

Segundo tempo
5 – Antony passa por Márcio Azevedo, invade a área e chuta cruzado. Santos segura.
15 – Vitor Bueno chuta de fora da área. Santos defende.
20 – Daniel Alves cruza da direita. Vitor Bueno cabeceia sobre o gol.
21 – Rony cruza rasteiro. Nikão rola para Lucho, na entrada da área. Ele chuta perto.
26 – Reinaldo cruza. Santos rebate mal. A bola sobra na cara do gol para Gabriel Sara, que chuta para fora.
39 – Raniel recebe na área e chuta. Bambu bloqueia.
45 – Gol do Athletico. Santos lança para o ataque. Vitinho domina na área e rola para trás. Marcelo Cirino chuta de fora da área. O goleiro falha e aceita.

Fonte

Silvio Rauth Filho

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Palotina
Acipa conquista Placa de Ouro em programa da Faciap
Acipa conquista Placa de Ouro em programa da Faciap
VISUALIZAR
Palotina
Lojas de Palotina terão Horário Especial de atendimento a partir de segunda-feira
Lojas de Palotina terão Horário Especial de atendimento a partir de segunda-feira
VISUALIZAR
Palotina
Qualificações certificam 358 pessoas em cursos profissionalizantes
Qualificações certificam 358 pessoas em cursos profissionalizantes
VISUALIZAR
Saúde e Alimentação
Estilo de vida saudável pode diminuir e até evitar complicações causadas pelo Diabete
Estilo de vida saudável pode diminuir e até evitar complicações causadas pelo Diabete
VISUALIZAR
Brasil e Mundo
Sobem para 594 os casos confirmados de sarampo no Paraná; 90% estão na RMC
Sobem para 594 os casos confirmados de sarampo no Paraná; 90% estão na RMC
VISUALIZAR
Brasil e Mundo
Bolsonaro sanciona lei que aumenta limite do saque imediato do FGTS
Bolsonaro sanciona lei que aumenta limite do saque imediato do FGTS
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )